Atendimento
Online

Whatsapp
49 8801.2101

Skype
Disapar

Atualizar
boleto

Uma trajetória
de sucesso reconhecido

Últimas
notícias

O parafuso ideal: como saber?

05 de Março de 2018

Parafusos são itens indispensáveis para muitas tarefas que envolvem a fixação de materiais. Usá-los corretamente parece ser algo simples, porém, com a grande oferta de modelos no mercado, muitas pessoas acabam tendo dúvidas de como escolher o parafuso certo, e que tenham o melhor desempenho no material a qual ele será utilizado.
Aqui, serão descritas características que devemos levar em consideração na hora de adquirir um parafuso. Elas podem auxiliar, principalmente, quem não tem tanta afinidade com esse tipo de fixador, ou mesmo para quem quer tirar alguma dúvida. Vamos lá?

Espessura do material x tamanho do parafuso

A espessura do material (madeira, metal, plástico) na qual o parafuso vai ser inserido é um dos aspectos iniciais a ser considerado. Determinar o tamanho do parafuso é uma das maiores dúvidas dos consumidores, e um dos momentos onde mais ocorrem erros também. De modo geral, é ideal que o parafuso seja três vezes mais longo do que o material onde será rosqueado.

O peso do material e sua influência

O peso que o material possui é outro aspecto importante a ser considerado na hora de escolher o parafuso ideal. Quanto mais pesado o material for ou mesmo o peso que ele irá suportar, maior deve ser o diâmetro do fixador. Isso influencia diretamente na resistência, já que quanto maior o diâmetro (grossura), mais forte ficará o material. O padrão mais utilizado para medir o diâmetro de parafusos é de 0 a 24, que equivale, respectivamente, a 0,15 cm de diâmetro do eixo a 0,94 cm.
Em geral, os parafusos de calibre 6 são ideias para serem usados em moldes e aparagens; os de calibre 8, para portas e maçanetas; os de 8 ou 10, para construção de cobertas e o de 10, para gabinetes e móveis.

O tipo de material e os parafusos indicados

Se o peso do material é uma grande influência na hora de escolher o parafuso ideal, da mesma forma acontece com o tipo do material. Para os mais comuns, como madeira, metal e plástico, concreto, drywall e telha, há parafusos específicos que terão um melhor desempenho em cada caso. Veja:

Madeira:

Para ser utilizado em madeira, dentre os vários modelos de parafusos, o mais comum é o de rosca soberba, parafuso de fenda para madeira. Esse, tem como principal característica um eixo cônico, com uma parte lisa abaixo de sua cabeça. A cabeça pode ser chata, abaulada/oval ou redonda. A rosca é bastante firme, o que garante a aderência à madeira. Na carpintaria, o tamanho dos parafusos para fixar madeira varia do número 0 ao 24.

Drywall:

Para usar em drywall, estrutura feita com chapas de gesso, existem parafusos específico auto atarrachantes com ponta fina no formato de broca, capazes de furar a estrutura sem danificá-la e sem o uso da furadeira.

Metal e plástico:

Para fixar metal e plástico, o parafuso ideal deve conter eixos cônicos com roscas afiadas da ponta à cabeça, semelhante ao indicado para drywall. Esse tipo de fixador consegue perfurar com mais facilidade todo o revestimento, e estão disponíveis no mesmo tamanho dos parafusos ideais para madeira (0 a 24). Também para fixar metal, outra opção é o parafuso para máquinas, que tem eixo reto, rosca bem fina e precisa ser fixado em juntas ou buracos pré-parafusados. Da mesma maneira, podem ser utilizados nos tamanhos 0 a 24, sendo que os mais frequentes são os números 6, 8 e 10.

Concreto:

Para perfurar concreto, os parafusos de alvenaria são os ideiais.Autorrosqueáveis, possuem cabeça no formato de um hexágono, para serem apertados porchave. O diâmetro do eixo é no mínimo de 0,83 cm, o que facilita a fixação em buracos pré-perfurados. Ainda, existem modelos no mercado que possuem uma âncora que se expande após ser fixada, o que deixa o parafuso mais fixo ao concreto. Os parafusos de alvenaria são os mais indicados também para colocar quadros na parede. Os mais utilizados são de 6 e 8 mm. Para impedir que eles se soltem do concreto ou que abram um buraco muito grande na parede, é preciso usar bucha de plástico com uma rosca interna onde o parafuso será encaixado.

Telhas:

Para fixar telhas com precisão, indica-se os parafusos conhecidos como auto brocante. Contendo uma parte em borracha logo abaixo da cabeça, esses fixadores impedem a passagem da água da chuva e podem ser confeccionados em aço de PVC, polipropileno, plástico, metal ou aço galvanizado. Ainda, em áreas que ficam expostas à umidade, é possível encontrar parafusos feitos em inox, que proporcionam resistência e não enferrujam com facilidade.

Outras informações

Alguns tipos de cabeça de parafusos:

Cabeça panela, chata, cabeça sextavada, flangeada, cilíndrica.

Fenda do fixador

Fenda simples, fenda Phillips, fenda Torx, fenda combinada. Os parafusos ainda podem vir com ou sem porca, e possuírem ponta côncava ou ponta plana.

Tipos de rosca:

Rosca tipo polegada: rosca grossa (UNC), rosca fina (UNF), rosca BSW (utilizado apenas para o tamanho de 1/2′′).
Rosca tipo métrica: grossa (MA) ou rosca fina (MB).
O tipo da rosca também influencia na escolha, já que cada uma tem seu número de filetes e inclinação específica, o que pode influência no rosqueamento e resistência, conforme a aplicação.

Tipos de material do parafuso

Aço carbono 5.8, aço carbono 8.8, grau 2, grau 5, grau 8, aço inoxidável.

Banho / Acabamento:

Polido, zincado branco, bicromatizado, galvanizado a fogo. O tratamento térmico do parafuso influencia diretamente na resistência do fixador contra intempéries.

As dicas expostas aqui auxiliarão você, principalmente, se souber o material a qual será aplicado o parafuso, e as informações técnicas do fixador. Quando você não tiver as informações necessárias como tamanho do fixador e tipo de material, o ideal é adquirir parafusos ajustáveis. Esses, apresentam intervalos quebráveis a 0,6 cm para atender diferentes demandas de tamanho, espessura e material.
Mesmo com essas orientações, sempre questione o vendedor ou qualquer profissional sobre suas dúvidas. Isso garantirá que você não desperdice dinheiro nem na compra de um parafuso inadequado, nem na danificação do material a qual o parafuso serámaplicado. Conte com a gente nesse processo!

Fontes:

www.fixpar.com.br/blog/estender-como-escolher-o-tamanho-certo-de-parafuso/

www.crvindustrial.com/como-escolher-o-parafuso-certo/


/